fbpx

Home > Pós-Graduação > Pedagogia da Cooperação

Pedagogia da Cooperação

Em uma sociedade tão marcada pela lógica da competição, é possível ser e fazer diferente no mundo.

Por meio da Pós-graduação em Pedagogia da Cooperação, você poderá criar e desenvolver ambientes e relacionamentos colaborativos em empresas, escolas, governos, comunidades, ONGs, famílias e nas relações sociais.

E, assim, solucionar problemas, transformar conflitos, alcançar metas e mobilizar pessoas para realizar objetivos de maneira eficiente, produtiva e sustentável.

Saiba mais

6 motivos para fazer a Pós-graduação:

Aprofundar a compreensão da dinâmica da Competição e da Cooperação como processos de interação social e fenômenos culturais.

Ter uma visão de mundo transdisciplinar, sistêmica e complexa, inspirando pontes entre as fronteiras do conhecimento e a experiência.

Inspirar e desenvolver o “melhor” em cada um, ao invés do “ser melhor” que todo mundo, em pessoas, organizações e comunidades.

Restaurar a dimensão do humano nas relações, contribuindo para desenvolver um mundo possível para todos sem exceção.

Encorajar a atuação cooperativa, contribuindo para a geração do bem-estar comum nas relações pessoais e profissionais.

Compreender que, para a realização de um novo mundo, é preciso assumir o desafio de aprender a cooperar para VenSer juntos.

Saiba mais

Universo da Cooperação

A Pedagogia da Cooperação reúne um conjunto de sinais, indicadores, pistas e dicas disponíveis para orientar a caminhada de profissionais que se aventuram pelas trilhas da cooperação em direção ao centro essencial de sua própria Comum-Unidade.

Esta Pós-graduação é para você você que quer:

  • Engajar estudantes por meio da cooperação, promovendo a Cultura de Paz a partir da Educação;
  • Promover a Cooperação em sua empresa, como líder ou entre seus pares, atuando de forma efetiva para a quebra do Paradigma da Competição, do individualismo e da exclusão;
  • Unir a comunidade na qual atua com projetos sociais, aplicando Metodologias Colaborativas que resultem em empoderamento e impacto social;
  • Desenvolver relações evolutivas e se conectar mais profundamente com as pessoas, a partir da sua própria transformação;
  • Saber mais e aprimorar seus conhecimentos sobre colaboração, Cooperação, equipes, transformação de conflitos e Cultura de Paz.

Na Pós-Graduação, você terá oportunidade de investigar, produzir, desenvolver e compartilhar conhecimentos e experiências sobre a Pedagogia da Cooperação.

E conhecerá diversas Metodologias: Open Space, Diálogo, Comunicação Não Violenta, World Café, Investigação Apreciativa, Oásis e The Call, Dragon Dreaming, Transformação de Conflitos, Danças Circulares e Jogos Cooperativos.

O curso oferece Certificado de Pós-graduação Lato Sensu (nível de Especialização).

Saiba mais

Programa

A Pós-graduação é um convite para mergulhar no Universo da Pedagogia da Cooperação. Os docentes são profundos conhecedores e referência em suas disciplinas. Acreditam no processo transformador do curso e em sua importância como “nova abordagem” para o desenvolvimento pessoal, social e organizacional.

Estimular a descoberta pessoal e a convivência em grupo. Ampliar o campo de vivências dos alunos para ajudá-los a perceber aspectos cooperativos nas relações interpessoais e no convívio social. Promover a reflexão crítica e criativa sobre as dinâmicas existentes nos mais diversos ambientes, nos quais o exercício de convivência é a base primordial para a evolução da vida humana. Iniciar a integração da turma da Pós-graduação, despertando a consciência de Comum-Unidade.

Pedagogia da Cooperação I

Para novos tempos, uma nova pedagogia: uma Pedagogia da Cooperação, inspirada pela liberdade e felicidade compartilhadas. Dentro e além das salas de aula, ousamos criar ambientes colaborativos de ensino-aprendizagem, orientados pela criatividade, autonomia, ajuda mútua, respeito e integração das diferenças, confiança, bom humor e corresponsabilidade. Assim, podemos nos dedicar a cultivar diferentes formas de reorganizar nossa maneira de abordar conflitos, solucionar problemas, alcançar metas e realizar objetivos no trabalho, na família, na escola e na sociedade. Recriando práticas de um modo mais colaborativo, podemos buscar mudanças sociais por meio de transformações pessoais e ajudar a cultivar um mundo onde todos podem VenSer juntos!

Considerando a Co-Existência como uma condição para a vida; a Com-Vivência como um fato cotidiano; e a Cooperação como uma prática diária, podemos imaginar a Comum-Unidade como o ambiente onde é possível cultivar o espírito de grupo. Ou, como disse Malidoma Some, desenvolver o “Instinto de Comunidade”. Grande parte dos estudos, pesquisas e trabalhos realizados no mundo atualmente – Inteligência Coletiva, Capital Social, Sociedade em Rede, Organizações Colaborativas, Sustentabilidade, Consumo Colaborativo, entre outros – tem como foco a redescoberta do espírito de comunidade: na escola, no trabalho, na rua, em casa… E de cada um consigo mesmo, pois, de acordo com Margaret Wheatley, “estamos usando o instinto de comunidade para nos isolar e proteger uns dos outros, em vez de criarmos uma cultura global de comunidades diversas e entrelaçadas”. Para ela, isso ocorre porque: indivíduos e comunidades surgem de duas forças aparentemente conflitantes – a necessidade absoluta de liberdade individual e a inequívoca necessidade de relacionamentos.

A partir das Danças Circulares, é possível trazer a prática da cooperação para o viver e trabalhar em grupo, bem como oferecer a possibilidade de cada indivíduo se reconhecer como parte integrante do todo. Na roda e de mãos dadas, dançamos ao som de músicas antigas e contemporâneas, resgatando a ancestralidade da cultura dos povos e atualizando nossa relação com ela. As Danças Circulares nos preparam, como seres humanos, para uma nova etapa evolutiva da humanidade, em que a harmonia e a paz serão reflexos de atitudes de cooperação e comunhão, expressas em nossas relações cotidianas.

Jogos Cooperativos

Vivenciar os Jogos Cooperativos como um processo facilitador da convivência (Viver-Com-Os-Outros) e da cooperação (Trabalhar-Com-Os-Outros). Partindo da origem no Ocidente e de suas raízes nas sociedades ancestrais, vamos nos aventurar pelos Jogos Cooperativos, seus conceitos, características e evolução no mundo e, especialmente, no Brasil. Além disso, vamos desvendar sua filosofia e alguns dos processos fundamentais da Pedagogia da Cooperação, que fazem dos Jogos Cooperativos uma inquietante, atraente e influente tendência pedagógica da atualidade.

Investigação Apreciativa

Oferece aos alunos a oportunidade de entrar em contato com seus poderes criativos e desenvolvê-los. O propósito do módulo é difundir a alegria, a compreensão, a responsabilidade e a paz que nascem do uso total da imaginação humana. A Investigação Apreciativa, criada pelo Ph.D. David Cooperrider, é também uma metodologia para a mudança intencional, utilizada em organizações de vanguarda. Além disso, é verdadeira e está em expansão no mundo, exatamente nesse momento, porque aborda uma situação de um ângulo diferente, estimula novas perguntas, foca na busca do melhor nas pessoas, ancora ações naquilo que é significativo, mobiliza a presença criativa e a escuta ativa das pessoas, levando a escolhas e decisões mais conscientes, gerando resultados melhores.

Diálogo, Comunicação Não-Violenta e Transformação de Conflitos

Oferecerá experiências com o propósito do aluno conhecer e vivenciar diferentes tipos de conversação, explorando alguns dos conhecimentos que podem orientar cada um para uma integração mais profunda, seja ela dentro ou fora de nós. A Comunicação Não Violenta (CNV) é um processo de entendimento que facilita a harmonização de suas necessidades pessoais com as necessidades de outras pessoas, de maneira empática. Ela envolve, inicialmente, uma mudança de foco: de nossos erros e dos erros do outro, para as necessidades de todos. Por exemplo, buscar acordos entre pessoas em litígio, por meio da transformação da dinâmica adversarial, comum no tratamento de conflitos, em uma dinâmica cooperativa, garantindo a comunicação, a escuta mútua e a empatia. A transformação de conflito é um procedimento que traz um novo potencial de resolução de problemas interpessoais, interorganizacionais e entre pessoas e organizações. Trata-se de um processo que busca substituir o enfrentamento, eliminando o uso abusivo de poder em troca de diálogos, acordos e alianças. Contribui para a consolidação de um modelo eficiente de transformação social e implantação de uma cultura da paz.

Princípio da Cooperação

Apresentação dos principais fundamentos filosóficos e antropológicos da Cooperação, palavra que pode ter muitos significados. Assim, a clareza epistemológica é fundamental, pois permite avaliar nossos juízo e pré-juízo em relação a ela. Compreender seu papel na história dos seres vivos e compará-la com as conotações adquiridas na história do ser humano, ajuda-nos a aprofundar a práxis individual e coletiva na direção de um mundo mais solidário.

World Café e Open Space

Por meio dessas duas tecnologias de conversações significativas, criaremos condições favoráveis ao compartilhamento, à tolerância aos erros honestos e à solução colaborativa de problemas. A compreensão vivencial do World Café e do Open Space poderá agregar, à facilitação colaborativa de grupos, um conjunto de novas palavras, ideias, conceitos, olhares e comportamentos. E, assim, potencializar a descoberta e o desenvolvimento de respostas e responsabilidades para questões que afetam a todos (as) nós. Como diz Humberto Maturana, “a magia da realização está no encontro”. É no encontro entre as pessoas que o conhecimento é gerado, transmitido e transformado por meio da linguagem e de conversações colaborativas.

Metodologia de Pesquisa e Projetos de Cooperação

Momento do curso totalmente dedicado ao estudo e à reflexão sobre as Metodologias Transdisciplinares utilizadas em pesquisas científicas, seus fundamentos e procedimentos, relacionados à construção do projeto de Pesquisa-Ação da Pedagogia da Cooperação. O objetivo é valorizar a pesquisa como elemento de contribuição social e crescimento pessoal.

Princípio da Co-Existência

A aceleração na produção de conhecimento, os avanços incessantes da ciência e da tecnologia, a globalização da economia e a geração de produtos abriram um abismo entre a teoria e as possibilidades da prática. Também aumentaram as distâncias entre os produtores de conhecimento e os consumidores do mesmo, empobrecendo significativamente o acesso de grande parte da população mundial aos benefícios conquistados com recursos naturais e/ou culturais da humanidade como um todo. Isto provoca uma ruptura entre o possível e o desejável, pois para alguns (20% da população mundial) o desejável não tem limites, enquanto para a grande maioria (80%) o possível ficou fora de alcance. A Ética como exercício do convívio, que dá garantias tanto de sobrevivência quanto de transcendência, se torna hoje uma necessidade premente a fim de articular, de modo justo, liberdades e responsabilidades. Os relacionamentos interpessoais e entre grupos e nações acontecem e se sustentam mediados por um pacto ético de reciprocidade. Este pacto requer confirmação constante, renovação e empenho para permitir o pleno desenvolvimento das capacidades e potencialidades dos indivíduos que o compõem. Desse processo contínuo surge a confiança mútua, os afetos e a compreensão da origem e destino comuns de todos nós.

Transformação da Focalização Colaborativa

O objetivo deste módulo é trabalhar o conceito de focalização, as competências necessárias para atuar na focalização e como utilizar a consciência dos quatro planos (físico, emocional, mental, espiritual) para fazer com que a Pedagogia da Cooperação seja um caminho de evolução integral. Levará o grupo a desenvolver a capacidade de mudar seu foco de atuação em situações de liderança e de convivência grupal.

Pedagogia da Cooperação II

Para novos tempos, uma nova pedagogia: uma Pedagogia da Cooperação inspirada pela liberdade e felicidade compartilhadas. Dentro e além das salas de aula, ousamos criar ambientes colaborativos de ensino-aprendizagem, orientados pela criatividade, autonomia, ajuda mútua, respeito e integração das diferenças, confiança, bom humor e corresponsabilidade. Assim, podemos nos dedicar a cultivar diferentes formas de reorganizar nossa maneira de abordar conflitos, solucionar problemas, alcançar metas e realizar objetivos no trabalho, na família, na escola e na sociedade. Recriando práticas de um modo mais colaborativo, podemos buscar mudanças sociais por meio de transformações pessoais e ajudar a cultivar um mundo onde todos podem VenSer juntos!

Dragon Dreaming usa a teoria de sistemas vivos, a ecologia profunda e a sabedoria aborígene australiana no processo de tornar realidade os sonhos/propósitos/objetivos de pessoas e grupos. Por meio da construção de projetos e organizações sustentáveis, essa metodologia colaborativa, contribui para a “Grande Virada” em curso em nossa cultura, inspirando a passagem de uma cultura baseada no crescimento industrial e no consumismo sem fim para a cultura de sustentabilidade em todos os níveis.

MusiCooperação e Criação de Atividades Cooperativas

Este módulo oferece a cada pessoa a oportunidade de entrar em contato com seus poderes criativos, tendo como pano de fundo a alegria, a compreensão, a responsabilidade e a paz que nascem do pleno desenvolvimento da capacidade de imaginação e cocriação pessoal e coletiva. O processo criativo abrange os níveis físico, mental, emocional e espiritual. Essa aventura fala de nosso ser mais profundo, do criador que existe em cada um de nós, da originalidade singular da comunidade, que nasce quando permitimos mergulhar juntos em nossa própria jornada da “creação”.

Oásis e The Call

O propósito deste módulo é experimentar as contribuições da Pedagogia da Cooperação na facilitação de processos de (re)envolvimento e (re)composição comunitários, com foco nas populações pobres e tradicionais. O desafio desta oficina é investigar, identificar, reconhecer e experimentar alguns dos agentes que incentivam e nutrem a organização espontânea e voluntária de indivíduos, para a composição e realização de sonhos coletivos que promovam a transformação da sua realidade.

Rapidamente, estamos saltando da Era da Informação e do Conhecimento, para a Era da Consciência. Ao mesmo tempo, vivemos a passagem do Paradigma da Escassez para a Compreensão da Abundância. Nesse sentido, nossa busca agora é por uma compreensão mais aberta e profunda a respeito dos crescentes desafios e problemas essenciais da humanidade, por meio de uma visão mais holística, transdisciplinar, complexa e ecológica. Desse ponto de vista, somos convidados a re-conhecer nossas relações com todas as formas de vida e, em especial e particularmente, refinar nossa maneira de Ver-e-Viver a humanidade. Para isso, nos lançamos aqui rumo a uma nova epistemologia da Cooperação, visando restaurar a Comum-Unidade Humana na Terra.

Seminário de Apresentação dos TCCs

Momento de conclusão e encerramento do Curso de Pós-graduação em Pedagogia da Cooperação & Metodologias Colaborativas. Por meio da realização de evento cooperativo, alunos, docentes e a coordenação do curso promovem um encontro para compartilhar as boas práticas da Pedagogia da Cooperação aplicada em diferentes contextos e situações. Apresentação dos Trabalhos de Conclusão de Curso.

Atenção: Para saber quais docentes irão ministrar as aulas da sua turma, verifique os Calendários abaixo.

Calendários

Clique para visualizar ou fazer o download do Calendário da Turma da Pós-graduação em andamento (2019/2020).

Em breve, informações sobre INSCRIÇÕES da Turma 2021/2022.

Depoimentos de quem viveu esta experiência

“A pós-graduação representou uma grande virada. Tive encontros que transformaram a minha vida para sempre.
Fui guiada por mestres inspiradores que despertaram em mim o lado mais humano, amoroso e divertido.
E aprendi ainda mais como servir ao mundo sendo eu mesma.”

Ana Paula Sousa, Turma 1, Florianópolis

“A pós-graduação em Pedagogia da Cooperação foi uma agradável e extraordinária jornada, na qual vivenciei experiências únicas e transformadoras.
Sou muito grato a tais experiências, que me fizeram amadurecer muito e colecionar memórias inesquecíveis.
É um curso urgente para todos aqueles que sentem dentro de si um chamado para ser um agente de transformação, em direção a um mundo onde reina a sabedoria, a paz, a união e a prosperidade.
Agradeço imensamente ao Fábio Brotto, aos demais professores do curso e a toda equipe envolvida neste projeto maravilhoso.”

Arthur Oliveira, Turma 1, Brasília

“Um processo de reconexão profundo com minha potência e um impulso para que eu aja no mundo de acordo com meus valores, caminhando para a realização dos meus sonhos, buscando sempre me relacionar de forma cooperativa e oferecendo o que eu tenho de melhor para que as transformações se estabeleçam.”

Nina Terra Rodrigues, Turma 3, Rio de Janeiro

“Foi uma mudança de vida. Achei que seria apenas uma capacitação profissional, mas representou muito mais. Eu nunca imaginei que a essência humana fossa mais cooperativa que competitiva.”

Simone Pinheiro Santos, Turma 3, Brasília

“Depois da faculdade, tive algumas experiências não muito boas com a Academia. Sempre que tentava me reaproximar, sentia que me ofereciam muita teoria e pouca conexão desta com a prática do dia a dia. Na pós em Pedagogia da Cooperação, finalmente, encontrei o que buscava: uma aprendizagem em que teoria e prática são inseparáveis e totalmente aplicáveis na rotina de qualquer pessoa. Sai com muito mais consciência sobre o mundo que desejo e com inúmeros instrumentos para fazer dessa busca uma prática. Mas, antes disso tudo, sai uma pessoa melhor.”

Cláudio Thebas, Turma 1, São Paulo

“Mesmo antes de receber o diploma do curso, já me considerava muito mais graduado e capacitado para a vida: ganhei ferramentas que me habilitaram a facilitar processos colaborativos em qualquer grupo de pessoas e a possibilidade de trabalhar com uma das maiores demandas do mundo atual: a colaboração. E, mais do que tudo, desenvolvi a crença de que a vida é muito mais fácil quando a gente deixa que ela seja como foi planejada para ser: cooperativa.”

Fabio Marinho Calderano

Faça Com-Tato

Para saber mais sobre a Pós-graduação, preencha o formulário abaixo. Em breve, entraremos em contato.

Ou, se preferir, escreva para Eliana Rossetti Fausto, Coordenadora Geral da Pós-graduação:
E-mail: pos@projetocooperacao.com.br
WhatsAPP: (11) 9 9963-6862