fbpx

para criação de rede de apoio a adolescentes e jovens em situações de conflito

OBJETIVO

CAPACITAR professores, gestores ou funcionários para formar, a partir da VISÃO TRANSFORMATIVA DO CONFLITO e da abordagem da COMUNICAÇÃO NÃO VIOLENTA, grupos de estudantes que atuarão como FACILITADORES DE DIÁLOGO.

Em seguida, estes facilitadores poderão criar e fomentar, nas escolas, um CAMPO DE DIÁLOGO, ESCUTA ATIVA E REDE DE APOIO A ADOLESCENTES E JOVENS QUE VIVEM DIFERENTES FORMAS DE CONFLITO, sejam eles de ordem pessoal, familiar, comunitária ou, ainda, consequência de diferentes formas de violência, tais como bullying e exclusão.

PARA QUEM

A Formação de Multiplicadores do PROGRAMA FACILITADORES DE DIÁLOGO é para ESCOLAS QUE VÃO ALÉM DOS CONTEÚDOS, buscam provocar REFLEXÕES SOBRE A VIDA, o mundo e as pessoas e se dispõem a abordar questões urgentes da atualidade, para encontrar CAMINHOS QUE POSSAM TRANSFORMAR A REALIDADE.

É nessa perspectiva que o PROGRAMA FACILITADORES DE DIÁLOGO busca atuar e oferecer contribuições significativas à comunidade escolar, formada por:

Professores

PROFESSORES

GESTORES

FUNCIONÁRIOS

 

Após conhecerem o conteúdo e a abordagem do Programa,  estarão aptos a formar grupos de estudantes nas unidades escolares para que também atuem como os Facilitadores de Diálogo nestas instituições.

Um dos principais desafios vividos pelos profissionais da Educação, hoje, é o FORTALECIMENTO DAS HABILIDADES SOCIOEMOCIONAIS e dos VALORES HUMANOS, entre estudantes e a comunidade escolar.

E especialmente,

Os conflitos, dentro e fora da escola, chamam a atenção, cada vez mais, de professores, pais e especialistas, por conta dos IMPACTOS GERADOS NA VIDA DOS ADOLESCENTES E JOVENS e, também, porque repercutem entre outros estudantes, professores, funcionários e toda a comunidade escolar. A temática tem sido pesquisada no Brasil e no Exterior.

de jovens de 13 a 15 anos,
em todo o mundo, já sofreram violência por parte de colegas1

desses jovens já sofreu bullying1

dos alunos da rede pública, em um período de 12 meses, já sofreram violência verbal ou física2

dos alunos sofreram algum tipo de violência na escola em que estudam nesse período 2

FONTES: 1 Estudo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), em 2018 | 2 Pesquisa realizada entre janeiro e novembro de 2015, pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), em parceria com o Ministério da Educação e a Organização dos Estados Interamericanos (OEI).

O PROGRAMA

A FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES do “Programa Facilitadores de Diálogo” é destinada a professores, equipe pedagógica e demais funcionários de escolas públicas e particulares. O grupo reunido participará da formação para atuar com os alunos e, assim, criar o “Facilitadores de Diálogo” local.

 

O responsável pela Formação de Multiplicadores é Roberto Martini, professor, consultor especializado em Metodologias Colaborativas, sócio do Projeto Cooperação e idealizador do PROGRAMA FACILITADORES DE DIÁLOGO.

 

Segundo ele, a Formação tem como pilar a PEDAGOGIA DA COOPERAÇÃO, uma abordagem que estimula a CONSTRUÇÃO COLETIVA, A APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA E O FORTALECIMENTO DAS CONEXÕES DO GRUPO.

 

Os módulos da FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES poderão ser realizados a partir da necessidade da Secretaria de Educação e/ou escola, com encontros em dias úteis ou nos finais de semana, ou seja, o calendário poderá ser customizado.

A FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES pode ser realizada de duas maneiras:

PRESENCIAL

 

 

 

A Formação Presencial de Multiplicadores poderá ser realizada para grupos com representantes de diversas escolas, formados pelas secretarias da Educação (Municipais ou Estaduais), ou por integrantes de uma mesma escola. Serão duas etapas, ambas com material de apoio pedagógico.

ETAPA 1

(20 horas):

investigação da temática do conflito, abordando temas como:

 

    • Definição de Conflito
    • A Escalada dos Conflitos
    • A Comunicação Não Violenta (CNV) e suas contribuições para a facilitação de Diálogos Significativos
    • Restauração de Conflitos (com exercícios práticos)
    • Círculos Restaurativos
    • Confidencialidade
    • Empatia
    • Escuta Ativa

ETAPA 2

(20 horas):

aprofundamento no processo de formação, abordando temas como:

    • Convite aos alunos e entrevista dos interessados
    • Sobre O Conflito, A Escalada do Conflito, Laboratório de Prática de CNV
    • Cultivando “Facilitadores de Diálogo”
    • A postura do Facilitador de Diálogo: Empatia, Escuta Ativa e Confidencialidade
    • Atenção Plena e Meditação
    • Como cuidar e nutrir o grupo de Facilitadores de Diálogo

 

HÍBRIDO

 

 

 

A Formação Híbrida de Multiplicadores poderá ser realizada para grupos com representantes de diversas escolas, formados pelas secretarias da Educação (Municipais ou Estaduais), ou por integrantes de uma mesma escola. Serão duas etapas, ambas com material de apoio pedagógico.

ETAPA 1

Online (20 horas):

8 (oito) Módulos de conteúdo com 2 (duas) horas cada um, e 4 horas distribuídas entre acompanhamentos individuais e em grupo e uma Roda de Conversa. Os Módulos abordarão temas como:

 

    • Definição de Conflito
    • A Escalada dos Conflitos
    • A Comunicação Não Violenta (CNV) e suas contribuições para a facilitação de Diálogos Significativos
    • Restauração de Conflitos (com exercícios práticos)
    • Círculos Restaurativos
    • Confidencialidade
    • Empatia
    • Escuta Ativa

ETAPA 2

Presencial (20 horas):

5 (cinco) Encontros, com 4 (quatro) horas de duração cada um, para aprofundamento do processo de Formação de Facilitadores de Diálogo, abordando temas como:

 

    • Vivência prática e detalhamento dos temas da Etapa 1
    • Convite aos alunos e entrevista dos interessados
    • Sobre o Conflito, A Escalada do Conflito, Laboratório de Prática de CNV
    • Cultivando “Facilitadores de Diálogo”
    • A postura do Facilitador de Diálogo: Empatia, Escuta Ativa e Confidencialidade
    • Atenção Plena e Meditação
    • Como cuidar e nutrir o grupo de Facilitadores de Diálogo

A Formação em Multiplicadores do “Programa Facilitadores de Diálogo” poderá ser realizada em escolas ou locais determinados pelas Secretarias Municipais e Estaduais de Educação. O investimento dependerá do número de participantes, do formato e da carga horária dos Módulos, além do local e outras variáveis.

Quer receber uma proposta customizada?

Ao transformar a realidade do ambiente escolar, o PROGRAMA FACILITADORES DE DIÁLOGO poderá trazer, entre outros, os seguintes benefícios para instituições de ensino:

Criar uma rede de estudantes disposta a ouvir, cuidar e acolher seus pares.

Desenvolver habilidades socioemocionais como empatia, cuidado e cooperação.

Construir um campo de diálogo e de prevenção da depressão na adolescência.

Empoderar significativamente jovens para lidar com conflitos no contexto escolar.

Assim, será possível atuar para tecer, no ambiente escolar, uma CULTURA DO CUIDADO e fortalecer as CONEXÕES HUMANAS.

Roberto Martini, um educador com especial interesse em temas ligados a Metodologias Colaborativas

Roberto Martini, educador com experiência no Ensino Fundamental I e II e no Ensino Médio, é o idealizador do PROGRAMA FACILITADORES DE DIÁLOGO. Focalizador e sócio do Projeto Cooperação, atua como consultor especializado em Metodologias Colaborativas e no desenvolvimento de Projetos de Cooperação nos contextos educacional, organizacional e comunitário, e na gestão pública. Atua, ainda, na coordenação e consultoria de Projetos Educacionais voltados à Cultura de Paz e aos Valores Humanos.

 

Mediador Transformativo de Conflitos, com especialização em Comunicação Não Violenta, Roberto Martini também tem experiência como docente em diferentes cursos de pós-graduação no Brasil, abordando a temática da Cooperação. Entre as metodologias e abordagens que utiliza em seu trabalho estão: Pedagogia da Cooperação, Jogos Cooperativos, World Café, Open Space e Danças Circulares. Como parte de sua formação, ele também é mestre em Psicologia da Educação (PUC-SP), pós-graduado em Psicomotricidade e graduado em Educação Física.

 

Em sua trajetória no Projeto Cooperação, já teve a oportunidade de desenvolver ações e projetos em instituições como HSM – Consultoria, SESC, SESI, SENAC, Federação das Indústrias do Paraná, SICRED, Johnson & Johnson, Banco do Brasil, SESCOOP, Claro, Volkswagen, UNIPAZ (DF, Paraná e Santos), além de secretarias de Educação em diferentes cidades do Brasil, entre outras.

Depoimentos

“Quando o Roberto falou comigo, eu respondi: vamos fazer juntos! Hoje, as brigas e discussões no recreio diminuíram bastante. O que a gente sentiu, a orientadora educacional e eu, é que eles se tornaram mais amigos, mais preocupados com o próximo.”

Valdilene Corrêa (Diretora da Escola Municipal Maria Aparecida de Araújo)

“De vez em quando, é algo muito pessoal, e a pessoa não consegue falar com um adulto, precisa falar com alguém da sua idade. Eu sou adolescente, eu sei. Quando vou falar algo, quero falar com alguém que me entenda, que tenha a minha idade.”

Alex Gabriel Assis (Aluno e Facilitador de Diálogo)

“Antes do projeto eu via a empatia quase como uma besteira. Por que me colocar no lugar do outro, se eu já tenho problemas demais? Depois do projeto, eu vi que é muito importante se colocar no lugar de uma outra pessoa, para você ajudá-la a se entender melhor. E isso também faz você melhor, porque, quando você ajuda uma pessoa, você se autoajuda.”

Richard dos Santos (Aluno e Facilitador de Diálogo)

 

“Antes de começar o projeto, eu não entendia o lado das pessoas. Eu não esperava que elas falassem. Eu já tinha a minha opinião, que importava. Então, o que eu mais vou levar é que eu tenho que escutar primeiro, para depois agir.”

Alice Padilha (Aluna e Facilitadora de Diálogo)

“Na minha cabeça de mãe, eu achava que ele não estava bem, emocionalmente, para ajudar outras pessoas que também não estão bem. Mas o professor mudou a minha cabeça: disse que ele ter esse contato o ajudaria também. E eu acho que ele melhorou bastante.”

Dangela Pereira (Mãe de Aluno)

Dúvidas frequentes

Qual é o objetivo da Formação de Multiplicadores do programa Facilitadores de Diálogo?

O objetivo da Formação de Multiplicadores do Programa Facilitadores de Diálogo é capacitar professores, gestores ou funcionários, de escolas públicas e particulares, para formar grupos de estudantes dispostos a criar e fomentar um CAMPO DE DIÁLOGO, ESCUTA ATIVA E REDE DE APOIO A ADOLESCENTES E JOVENS que vivem diferentes formas de conflito – pessoal, familiar, comunitário ou originários de formas de violência, como o bullying e a exclusão.

Quem pode fazer a Formação de Multiplicadores do programa Facilitadores de Diálogo?

A Formação de Multiplicadores do programa Facilitadores de Diálogo é para PROFESSORES, GESTORES E FUNCIONÁRIOS de ESCOLAS públicas e particulares. Após a Formação de Multiplicadores, estes profissionais ESTARÃO APTOS A FORMAR GRUPOS DE ESTUDANTES nas unidades escolares, para que atuem como os Facilitadores de Diálogo nestas instituições.

Qual é o conteúdo da Formação de Multiplicadores?

A Formação de Multiplicadores tem como base a VISÃO TRANSFORMATIVA DO CONFLITO e a COMUNICAÇÃO NÃO VIOLENTA. É estruturada a partir da PEDAGOGIA DA COOPERAÇÃO, abordagem desenvolvida pelo Projeto Cooperação, organização que atua em diversos ambientes (empresas, ONGs, poder público e comunidades) cocriando processos de transição do Paradigma da Competição para a Consciência da Cooperação. A Pedagogia da Cooperação estimula a CONSTRUÇÃO COLETIVA, a APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA e o FORTALECIMENTO DAS CONEXÕES de integrantes de grupos.

Como será a FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES?

A Formação de Multiplicadores poderá ser realizada de duas maneiras: PRESENCIAL e HÍBRIDA (online e presencial), ambas com 40 horas de duração. Confira nesta página detalhes de cada uma delas (carga horária, conteúdo, etc.).

Onde será realizada a Formação de Multiplicadores?

A Formação em Multiplicadores do “Programa Facilitadores de Diálogo” poderá ser realizada em escolas ou locais determinados pelas Secretarias Municipais e Estaduais de Educação.

Qual é o investimento da Formação de Multiplicadores?

O investimento dependerá do número de participantes, do formato e da carga horária dos Módulos, além do local e outras variáveis. Assim, o orçamento será customizado, a partir destas informações.

Quais são os benefícios esperados para adolescentes e jovens do programa Facilitadores de Diálogo?

Ao transformar a realidade do ambiente escolar, o programa Facilitadores de Diálogo poderá CRIAR UMA REDE DE ESTUDANTES DISPOSTA A OUVIR, CUIDAR E ACOLHER SEUS PARES, desenvolver HABILIDADES SOCIOEMOCIONAIS (empatia, cuidado e cooperação, entre outras) e construir um CAMPO DE DIÁLOGO e de PREVENÇÃO DA DEPRESSÃO NA ADOLESCÊNCIA. Além disso,  poderá promover a CULTURA DO CUIDADO, fortalecendo as CONEXÕES HUMANAS no ambiente escolar.

Como você gostaria que entrássemos em contato com você?

E-mailWhatsApp

Apoio