fbpx

Home > Blog > Artigos > Cooperação: linguagem essencial da comum-unidade humana!

Cooperação: linguagem essencial da comum-unidade humana!

Por Fábio Otuzi Brotto

“Estive no México em novembro para focalizar uma OFICINA DE PEDAGOGIA DA COOPERAÇÃO, durante o “16º Encuentro Nacional de Juegos Cooperativos para la Paz”, evento realizado pela ONG @Edhuca – Educación y Capacitación em Derechos Humanos A.C. -, liderada por Frans Limpens, querido amigo que participou do FICOO 2018 e se dedica a Jogos Cooperativos, Transformação de Conflitos e Direitos Humanos.

O evento é realizado três vezes por ano (março, julho, novembro), reunindo pessoas muito engajadas no DESENVOLVIMENTO SOCIAL das suas localidades, tanto no México como nos demais países participantes.

Um dos pontos que mais chamou a minha atenção durante o encontro foi como, de fato, é UNIVERSAL A NECESSIDADE de abordagens que promovam o desenvolvimento integral, pleno e genuíno do ser humano, como o faz a Pedagogia da Cooperação.

Na Oficina da Pedagogia da Cooperação, por exemplo, havia pessoas da Guatemala e da Costa Rica entre os 28 participantes. Durante três dias, compartilhamos experiências, conexões e aprendizados. A começar pela NOSSA COMUNICAÇÃO, MUITO COLABORATIVA DESDE O INÍCIO. O meu espanhol não é fluente e nenhuma das pessoas falava português. E nos comunicamos muito bem, SUPERANDO BARREIRAS POR CONTA DA CUMPLICIDADE E COLABORAÇÃO exercitada entre todos nós.

Trabalhamos com foco nas 7 Práticas da Pedagogia da Cooperação, desenvolvendo atividades para, na perspectiva de cada pessoa, se ter uma visão geral sobre esta abordagem. E ela se apresentou muito útil para os trabalhos que o grupo realiza com jovens, crianças e adultos, em escolas, comunidades, empresas, universidades e órgãos governamentais.

COLHI MUITOS APRENDIZADOS dessa experiência internacional. Um deles é buscar desenvolver, cada vez mais, A LINGUAGEM ESSENCIAL, aquela que ultrapassa as barreiras dos idiomas e das culturas E SE LOCALIZA NO CORAÇÃO DO HUMANO presente em todas as pessoas que convivem no planeta, neste momento.

Além disso, fortaleceu a ideia de que a Pedagogia da Cooperação, como um conjunto de práticas , pode contribuir para o DESENVOLVIMENTO DESSA COMUNICAÇÃO TRANSCULTURAL. O desafio que se apresenta é aprender mais a esse respeito, dialogando diretamente com nossos parceiros e parceiras dos vários países. Acredito que, a partir de agora, tomaremos esse impulso para nos aproximarmos dessas relações internacionais e, assim, aprender melhor sobre como COMPARTILHAR CONHECIMENTOS E EXPERIÊNCIAS que promovam, de fato, uma cultura mais colaborativa no mundo.

Além disso, várias pessoas do grupo manifestaram o interesse de vir ao Brasil e conhecer mais a Pedagogia da Cooperação. Espero muito que essa ponte entre todos nós se fortaleça. Em novembro de 2020, retornarei ao México para mais uma Oficina de Pedagogia da Cooperação… Vamos JUNTOS?”

Por Fábio Otuzi Brotto